quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Crítica: Across the Universe

Narrativa não é a prioridade de "Across the Universe". O filme-musical prefere privilegiar as imagens (cores incandescentes, cenários psicodélicos) e tecer uma boa homenagem às canções dos Beatles.

Depois de duas horas de exibição, talvez o público absorva somente alguns pontos do enredo que apresenta mais uma história de amor embalada pelo cenário conturbado da década de 60. Pois bem, é justamente essa a proposta da diretora Julie Taymor.

No filme, o inglês Jude (Jim Sturgess) parte para os Estados Unidos em busca de conhecer o seu pai. Ele se envolve com jovens rebeldes como Max (Joe Anderson) e sua irmã Lucy (Evan Rachel Wood) por quem se apaixona. Curiosidade: os nomes de todos os personagens foram extraídos das músicas dos Beatles.

Com pequenos intervalos, "Across the Universe" exibe diversos "clips" inspirados em músicas como "Hey Jude", "All You Need Is Love" e "Don´t Le Me Down", destacando o visual e as interpretações dos jovens atores. Há ainda personagens inspirados em Janis Joplin e Jimi Hendrix, além de uma participação especial do Bono Vox, do U2.

O filme acaba se tornando um pouco longo e em alguns instantes chega a ser cansativo. Contudo, a proposta é curiosa e não é tarefa árdua assisti-lo até o seu final, pois há várias sequências memoráveis.

Avaliação: 

7 comentários:

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Ainda não vi, mas a Evan Rachel Wood sempre vale a pena.
Abraços,

www.ofalcaomaltes.blogspot.com

K. Lira disse...

Já vi três vezes e acho o filme fantástico.
Não concordo com a parte de que o filme é cansativo, mas tudo bem... rs!
Recomendo! Abraço!

naruto shippuuden disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
igor disse...

melhor filme que ja vi na vida !!
e muito interessante a historia do filme

J. BRUNO disse...

Sem dúvidas é um filme que vale a pena! As interpretações são muito boas, bem como a forma com que as canções são encaixadas na história... Com destaque para o "clip" de "Strawberry Fields For Ever", que é perfeito!
.
Confira depois a minha resenha do filme e comente lá: http://sublimeirrealidade.blogspot.com/2011/02/across-universe.html

Cristiano Contreiras disse...

Um musical interessante, cativante e bem produzido, apesar de certas sequencias serem meio cansativas, eu gosto. Abraço

Renata disse...

Muito massa esse filme! e não é cansativo coisa nenhuma rs
http://cafezinholetrado.blogspot.com.br/